Doshas e suas características

O conceito de Dosha faz parte dos princípios gerais do Ayurveda e permeia grande parte desse conhecimento, que compreende, dentre outros pontos, a natureza das pessoas, suas propensões à desequilíbrios e doenças e a forma como tratá-los.

Doshas apresentam-se como substâncias materiais presentes no corpo humano, com quantidade, qualidades e funções próprias. 

Quando em equilíbrio, os Doshas mantêm e sustentam o funcionamento adequado do nosso organismo, e quando desequilibrados geram perturbações e doenças. 

Os três doshas estão presentes em todo o corpo, até mesmo nas células e no funcionamento celular. Entretanto, apresentam-se de forma evidente em grandes regiões físicas, como na região abaixo do umbigo (Vata); entre o umbigo e o coração (Pitta); e acima do coração (Kapha).

Vata também está predominante na velhice, no fim da tarde, no fim da noite, assim como nas fases finais da digestão. 

Pitta manifesta-se preponderantemente na vida adulta (cerca dos 20 a 60 anos), na metade do dia (das 11 às 16 horas), no meio da noite (das 22 às 02 horas) e no período intermediário da digestão. 

Assim como Kapha prevalece na infância e adolescência, no início da manhã e da noite e no começo da digestão.

Os Doshas possuem características/qualidades próprias, que irão se manifestar de forma individualizada em cada pessoa. Essas características são conhecidas no Ayurveda como Gunas e influenciam o funcionamento dos Doshas em nosso corpo.

Vata têm propriedades (Gunas) de: secura, leveza, frieza, aspereza, sutiliza, movimento e instabilidade; Pitta possui oleosidade, penetrância, calor, leveza, odor, fluidez e liquidez; e Kapha apresenta estabilidade, oleosidade, frieza, peso, lentidão, maciez e viscosidade. 

Quando Vata, Pitta e Kapha estão com alguma(as) de suas características aumentadas ou diminuídas, podem gerar desarmonias no nosso corpo. Essas desarmonias geralmente são visíveis inicialmente nas regiões de maior predominância dos Doshas. 

Por exemplo, o aumento da Vata no intestino grosso pode gerar secura na região, levando a fezes secas, em formato de "bolinhas" e flatulência. O aumento de Pitta no estômago causa maior calor na região, com sensação de queimação e azia. Kapha aumentado no tórax, pela frieza e viscosidade, pode gerar muco no pulmão. 

A terapia Ayurvédica para lidar com esses desequilíbrios visa reduzir a manifestação exagerada desses doshas, através de práticas que promovam a redução dessas Gunas. Por exemplo, para o Pitta agravado com excesso de calor, são colocadas atitudes promotoras de frieza - seja através dos alimentos e ervas de potência fria, como práticas de respiração, massagens e até mesmo utilização de cores, sons e aromas adequados. 

Se você achou esse texto interessante, ajude nosso trabalho, compartilhando e marcando seus amigos. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOSHA KAPHA: funções, características e desarmonias

DOSHA KAPHA: FORMAS DE HARMONIZAÇÃO

Descubra a Abhyanga - A tradicional massagem do Ayurveda